Translate

domingo, 18 de novembro de 2018

Morre Tiãozinho, sobrinho do fundador Paulo da Portela


Sambista também foi presidente da tradicional Ala dos Guanabarinos

A diretoria da Portela lamenta informar o falecimento de Sebastião Santos de Oliveira, sobrinho do fundador Paulo Benjamim de Oliveira, o Paulo da Portela (1901-1949). Tiãozinho, como era mais conhecido na agremiação, tinha 81 anos e sofria de câncer na próstata. Ele morreu neste sábado (17), no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, onde estava internado desde a última segunda-feira.

O corpo de Tiãozinho vai ser enterrado às 16h, neste domingo (18), no Cemitério de Irajá, na Zona Norte, no mesmo jazigo onde estão os restos mortais do lendário Paulo da Portela. O velório começará às 11h, na capela 1 da Rio Pax.

Tiãozinho também foi presidente da tradicional Ala dos Guanabarinos, que marcou os desfiles da Portela entre 1960 e 2013. O sambista era filho de Dalila dos Santos Oliveira, cunhada de Paulo da Portela e prima do eterno patrono Natal da Portela.

Em março de 2008, Tiãozinho e seus familiares participaram da solenidade de inauguração do busto de Paulo da Portela, no Portelão. Em junho de 2016, o herdeiro do fundador foi homenageado na quadra da azul e branco pelo então vice-presidente da escola, Luis Carlos Magalhães, e pelo diretor cultural Rogério Rodrigues, por ocasião do aniversário de 115 anos de Paulo da Portela, no show "A Noite Veste Azul".

O sambista deixa cinco filhos.

O presidente Luis Carlos Magalhães e toda a diretoria da Portela lamentam profundamente o falecimento de Tiãozinho e se solidarizam com seus familiares e amigos neste momento de luto.


Foto: Raphael Perucci
Legenda: Tiãozinho (à esquerda) e Luis Carlos Magalhães durante a solenidade de inauguração do busto de Paulo da Portela, em 2008, na quadra da escola


sábado, 17 de novembro de 2018

Parabéns TIA SURICA, saúde, paz e muito sucesso!!!


Iranette Ferreira Barcellos nasceu em Madureira, no dia 17 de novembro de 1940. Quando ainda tinha 4 anos, desfilava na Portela, presa à cintura da mãe, Judith, acompanhada de perto pelo pai, Pio.

Surica, apelido dado pela sua avó, é um adjetivo usado para roupa curta, por encolhimento. Quem conhece Iranette sabe que o apelido lhe cai como uma luva. O que falta em altura, sobra em talento e alegria. Em 1966, foi puxadora do samba-enredo “Memórias de um Sargento de Milícias”, de autoria de Paulinho da Viola, ao lado de Maninho e Catoni.

Adepta do candomblé baiano, é filha de santo da Yalorixá Olga de Alaketu.

É uma das lendas vivas da escola de Madureira, além de cozinheira afamada. Organizou em sua casa rodas de samba regadas a quitutes e feijoadas, sempre frequentada por pessoas da comunidade e artistas da MPB, dentre eles, Paulinho da Viola, Marisa Monte, Beth Carvalho e Ivan Milanez, da Velha-Guarda do Império. Tia Surica permanece fiel ao bairro onde nasceu. Ela mora em uma vila, bem próxima ao Portelão. Sua casa é conhecida carinhosamente como “Cafofo da Surica”. No ano de 2004, ao lado de Tia Doca e Tia Eunice, foi uma das protagonistas do curta-metragem Batuque na cozinha, de Anna Azevedo.

Em 1980, entrou para a Velha Guarda da Portela, a convite de Manaceia.

Aos 63 anos, Tia Surica lançou, seu primeiro CD, Surica, pela Fina Flor e Rob Digital, cujo repertório reúne a elite de compositores da Portela como Monarco, Chico Santana, Aniceto, Casquinha, Manaceia, entre outros. Em 2017, sagrou-se campeã pela Portela.



www.portelamor.com

Camarote Rio Praia fez festa de lançamento e anunciou novidades para o Carnaval de 2019

Por Fábio Silva


O Rio Praia, um dos camarotes mais disputados da Sapucaí, fez no dia 13 de novembro seu lançamento oficial, com um coquetel sofisticado, para 250 convidados, no Rio Othon Palace.

O evento, que iniciou com sambas tocados ao piano, foram anunciadas novidades para o Carnaval 2019, como a gastronomia (assinada pelo tradicional buffet Demoiselle, do grupo Hellen's) e a ampliação do espaço, que terá mezanino para 180 convidados vips e o longe junto à pista de desfiles ampliado.

Durante o lançamento foi exibido, num painel de led, vídeo em 3d mostrando como ficará o camarote. Outro vídeo anunciou empresas parceiras e atrações musicais, como Mumuzinho, que cantará no dia 02/03 (sábado de Carnaval). A Youtuber Evelyn Regly será uma das musas do Rio Praia em 2019.

O carnavalesco Milton Cunha, a modelo Solange Gomes, os apresentadores Alexandre Henderson (TV Globo) e Ernani Alves (TV Record), o intérpretes Marquinhos Arte Samba (Mangueira) e Tinga (Vila Isabel), a cantora Luka, o ator Nizo Neto e o Mister Rio de Janeiro Antônio Ramon foram alguns dos famosos presentes.

Ao fim da apresentação foi anunciado o Réveillon do Rio Othon Palace, que este ano será produzido pela Rio Praia Entretenimento.

Os ingressos do Réveillon do Rio Othon Palace e do Camarote Rio Praia 2019 podem ser adquiridos no site Ingresso Rápido: https://www.ingressorapido.com.br/event/10218/d/44925/s/222851

Mais informações: (21) 99994-3632


Liesb anuncia novos nomes para direção de Carnaval da entidade

Por Redação SRzd


A Liesb (Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil) anunciou nesta quarta-feira (14) os dois nomes que irão comandar a direção de Carnaval da entidade já a partir dos festejos em 2019. Tratam-se de Cosme Márcio e Marcos Alexandre, que possuem vasto currículo no Carnaval do Rio de Janeiro e chegam para somar na Intendente Magalhães.

Cosme Márcio começou na folia como integrante da comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense e chegou ao departamento de harmonia da Vila Isabel em 2007. No ano de 2014 assumiu a direção geral de evolução da Vila Isabel, além de ser presidente da ACDHESB (Associação Cultural dos Diretores de Harmonia das Escolas de Samba do Brasil) e fazer parte da Equipe Machine.

“Vamos somar à família da Liesb, ajudando no desenvolvimento e crescimento do trabalho. Que em 2019 tudo ocorra bem e da melhor maneira possível para que possamos fortalecer as bases do nosso Carnaval carioca”, disse Cosme Marcio.

Marcos Alexandre fez seu primeiro trabalho no barracão da Viradouro em 1997 com Joãozinho Trinta. Após alguns anos de desfiles em segmentos de diversas escolas, foi chamado para a harmonia da Vila Isabel e do Império Serrano, juntamente com amigo Cosme Márcio, e chegou à direção geral de harmonia da Estácio de Sá, onde permaneceu até 2018.

“Esperamos que todo o aprendizado que tivemos em todos estes anos de Carnaval possa ser somado dentro da Liesb, acrescentando o possível no trabalho que já vem sendo feito, para que todas as agremiações e o Carnaval da Intendente sejam os maiores beneficiados”, declarou Marcos Alexandre.

Cosme Márcio e Marcos Alexandre irão comandar os desfiles dos Grupos B, C e D em 2019 na Intendente Magalhães. A diretoria da Liesb já prepara a festa de lançamento dos CD’s dos sambas-enredo, que deve acontecer no início de dezembro.


Fonte: www.srzd.com

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

O meu, o seu, o nosso Candeia

40 anos sem Candeia

40 anos sem Candeia


Candeia
(Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1935 – 16 de novembro de 1978)
(Antônio Candeia Filho)


Dando continuidade ao espaço Imponência Portelense, Candeia é o segundo compositor e intérprete homenageado. Nascido e criado no mítico bairro de Oswaldo Cruz, sua trajetória no mundo do samba foi meteórica. Aos 17 anos, foi um dos autores do samba-enredo campeão de 1953, em que a Portela sagrou-se campeã obtendo notas máximas em todos os quesitos. Em seus breves 43 anos de existência, legou-nos sambas-enredo, sambas de terreiro, partido-alto, jongo, dentre outros ritmos, que explorou como poucos. Foi defensor da cultura negra, sendo fundador do Grêmio Recreativo de Arte Negra Escola de Samba Quilombo, em 1975. Escreveu, em parceria com Isnard, o livro Escolas de Samba: árvore que esqueceu a raiz. Candeia não foi um só: controverso, foi policial severo, sambista de vocação, líder cultural, dentre tantas outras facetas de uma vida intensa. É com orgulho que a Portelamor reúne grande parte de sua obra. Algumas canções ainda não encontradas estão sendo pesquisadas. Agradecemos as críticas construtivas e estamos à disposição para corrigir erros e imprecisões. Ao lado de cada título, sempre que possível, informamos o ano em que a obra foi gravada pela primeira vez.

Em tempos sombrios, é imperioso homenagear este poeta portelense, cuja chama jamais se apagará. Ouvir e ler o maravilhoso Candeia já é um ato poético-político. Uma de suas canções traduz sua luta e inspira nosso projeto Imponência Portelense. Fiquem com os versos do poeta, acalanto e alento. E que um dia possamos viver em um mundo Candeia:

Dia de graça (1970)
(Candeia)

Hoje é manhã de carnaval (ao esplendor)
As escolas vão desfilar (garbosamente)
E aquela gente de cor com a imponência de um rei
Vai pisar na passarela (salve a Portela!)
Vamos esquecer os desenganos (que passamos)
Viver alegria que sonhamos (durante o ano)
Damos o nosso coração, alegria e amor
A todos sem distinção de cor
Mas depois da ilusão, coitado
Negro volta ao humilde barracão

Negro, acorda, é hora de acordar
Não negue a raça
Torne toda manhã dia de graça
Negro não humilhe nem se humilhe a ninguém
Todas as raças já foram escravas também
E deixa de ser rei só na folia
E faça da sua Maria
Uma rainha todos os dias
E cante o samba na universidade
E verás que seu filho será príncipe de verdade
Aí então jamais tu voltarás ao barracão

Paulo de Oliveira



Agora na sua Rádio Manaceia, 40 anos sem Candeia.  Está rolando  Agora!!!
www.portelamor.com/rdmanacea/radiomanacea.aspx

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Inscrições para concurso da Corte Real do Carnaval Rio 2019 são prorrogadas até 31 de novembro

Por Fábio Silva


As inscrições para o concurso que irá eleger o Rei Momo e a Rainha do Carnaval de 2019 foram prorrogadas. O processo iniciado em 18 de outubro poderá ser feito até o dia 30 de novembro. Os candidatos deverão comparecer à sede da Riotur (Cidade das Artes - Av. das Américas, 5.300 - Barra da Tijuca), das 10h às 17h, para realizar a inscrição gratuitamente.

Os candidatos a Rei Momo precisam residir no Município do Rio de Janeiro; ter entre 18 e 55 anos; não ser servidor municipal, estadual ou federal e ter concluído o ensino fundamental. Serão observados os requisitos desembaraço, sociabilidade, facilidade de expressão, simpatia, espírito carnavalesco e domínio da arte de sambar. Já a Rainha e as Princesas precisam ter de 18 a 40 anos com as mesmas regras aplicadas. Beleza do rosto, harmonia de linhas físicas, sociabilidade, facilidade de expressão, simpatia e espírito carnavalesco, além de domínio da arte de sambar são os requisitos a serem cumpridos.

Para concorrerem, os candidatos precisam apresentar cópias autenticadas, ou acompanhadas dos originais, da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência (próprio, pai, mãe ou contrato de aluguel), certificado ou declaração de escolaridade, uma fotografia de corpo inteiro, número de inscrição no INSS/PIS ou PASEP, declaração de próprio punho que reside no Município do Rio de Janeiro e de que não é servidor público municipal, nem ocupa cargo na estrutura do Município do Rio de Janeiro, além de um atestado de aptidão física com data recente ao Concurso, atestando ótimas condições de saúde do candidato.

O candidato campeão ganhará o Título de "Rei Momo 1º e Único do Carnaval 2019", uma coroa, uma faixa, um cetro e a quantia de R$ 30.000. O segundo colocado leva R$ 3.500 e uma faixa de vice-rei do carnaval 2019. A eleita "Rainha do Carnaval 2019" ganhará uma coroa, uma faixa e mais a quantia de R$ 30.000. A segunda colocada leva o título de 1ª Princesa do Carnaval 2019, uma tiara, uma faixa e a quantia de R$ 22.500. A terceira colocada torna-se a 2ª Princesa do Carnaval 2019, conquistando também uma tiara, uma faixa e a mesma quantia de R$ 22.500. Os mandatos começarão na data de suas eleições e terminarão no dia 11 de março de 2019, encerramento oficial do Carnaval 2019.