Translate

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Aniversário se aproximando

O aniversário do Grupo Portelamor está se aproximando. No próximo dia 20 de fevereiro completaremos 9 anos. Como será a logo comemorativa? 


sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Portela celebra São Sebastião com alvorada, missa e carreata nesta segunda-feira

A Portela preparou uma programação especial para celebrar São Sebastião, padroeiro do Rio, da bateria Tabajara do Samba e da agremiação, nesta segunda-feira (20), feriado na cidade. As comemorações começam às 5h, com alvorada. Às 9h, haverá missa e, em seguida, uma grande carreata até a Paróquia São Sebastião, em Bento Ribeiro. No retorno à quadra, a festa continua com almoço e bolo. A entrada é franca.
O evento, que é organizado pelo baluarte Jeronymo Patrocínio e pelo Departamento Social, terá a participação de integrantes de todos os segmentos e departamentos.
Vale lembrar que a Portela também celebra anualmente Nossa Senhora da Conceição, padroeira da escola. Nossa Senhora e São Sebastião estão no altar que fica na parte superior do palco do Portelão. Além disso, batizam a capela localizada na entrada da quadra.
Já na parte da tarde do dia 20, a Azul e Branco promoverá uma grande feijoada e shows com os grupos Quintal da Portela e Galocantô, com ingressos a R$ 15. A Portela fica na Rua Clara Nunes 81, Madureira.

Programação do Dia de São Sebastião na Portela - 20 de janeiro 
5h– Alvorada
8h- Café da manhã
9h– Missa 
11h- Carreata levando a imagem do Padroeiro do Portelão até a Paróquia São Sebastião, em Bento Ribeiro (Praça Manágua, 1)

Foto: Divulgação
Legenda: São Sebastião é padroeiro da Portela, da bateria Tabajara do Samba e da cidade do Rio

Leci Brandão será a atração da Feijoada da Família Portelense de fevereiro

A cantora Leci Brandão será a convidada especial da próxima Feijoada da Família Portelense, que vai agitar a quadra da Azul e Branco, em Madureira, no dia 1º de fevereiro, a partir das 13h. 
A abertura estará a cargo do grupo Tempero Carioca, com o melhor do samba de raiz. Em seguida, a Velha Guarda Show da Portela, que completa 50 anos de carreira em 2020, sobe ao palco para relembrar pérolas como "Lenço", "Quantas Lágrimas", "Corri pra Ver", "Você me Abandonou" e "Vivo Isolado do Mundo", entre outras.

>>> CLIQUE E COMPRE SEU INGRESSO!
Com quase cinco décadas de carreira, a mangueirense Leci Brandão promete levantar o público com um repertório que mistura romantismo e crítica social. "Zé do Caroço", "Isso É Fundo de Quintal", "Papai Vadiou", "Perdoa" e "Eu Só Quero Te Namorar" são alguns dos sucessos garantidos no roteiro.
O evento também vai promover o lançamento da nova edição do livro "O Rio Antes do Rio", de Rafael Freitas da Silva, uma das principais fontes de inspiração para o enredo "Guajupiá, Terra Sem Males", desenvolvido pelos carnavalescos Renato Lage e Márcia Lage.
O encerramento será com apresentação do elenco-show da Portela, que reúne ritmistas da Tabajara do Samba, intérpretes, passistas, baianas e casal de mestre-sala e porta-bandeira. Dona de 22 títulos, a Azul e Branco de Oswaldo Cruz e Madureira será a sétima escola a desfilar no Domingo de Carnaval.

Serviço:
Feijoada da Família Portelense de fevereiro
Atrações: Velha Guarda Show da Portela, Leci Brandão (show completo) e elenco-show 
Data: Sábado, dia 1º de fevereiro de 2020
Horário: A partir das 13h
Local: Quadra da Portela
Endereço: Rua Clara Nunes 81, Madureira
Ingresso individual: R$ 15 (antecipado); R$ 20 (no dia)
Ingresso duplo: R$ 25 (antecipado)
Ingresso triplo: R$ 30 (antecipado)
Mesa: R$ 90 (quatro lugares) - SOMENTE NA ÁREA EXTERNA
CAMAROTES: ESGOTADOS
Prato de feijoada: R$ 25
Classificação etária: Livre
Informações: (21) 3217-0983
Vendas na bilheteria da quadra (de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h) e pela internet (www.ingressocerto.com/portela)
Informações importantes:
- O prato de feijoada não está incluso no valor de nenhum setor; 
- Não há venda de ingressos duplos e triplos (promocionais) no dia do evento;
- A Portela aceita cartões de débito e crédito na bilheteria e no bar.

Foto: Divulgação
Legenda: Leci Brandão, uma das maiores personalidades do samba brasileiro, vai animar Feijoada de fevereiro

Lierj cria Departamento Cultural

Por Fábio Silva
Mais um passo importante foi dado para a valorização e manutenção da história do Carnaval do Rio de Janeiro. A Lierj conta agora com um Departamento Cultural, que será comandado pelo historiador Léo Castro.
Cria da comunidade da Renascer de Jacarepaguá, o novo Diretor Cultural da Lierj também atuou na agremiação como Diretor de Harmonia, Comissão de Alegorias, até chegar ao cultural da escola.
A missão de Léo Castro é mostrar para todos a origem de cada agremiação, cada história, emoções e os caminhos que trouxeram elas até aqui.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Sem dinheiro, Liesa afirma que ensaios técnicos seguem indefinidos; teste de luz e som também fica ameaçado

Por Redação SRzd
Não foi nesta quarta-feira (15) que os cariocas receberam a notícia que tanto queriam: a confirmação dos ensaios técnicos. Pelo contrário, após a plenária desta noite da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), a única informação é que os treinos na Sapucaí seguem indefinidos. O motivo é a falta de verba. Até o teste de luz e som da pista, tradicionalmente realizado pela atual campeã, no domingo anterior ao Carnaval, está ameaçado.
“Ainda estamos vendo a questão das obras do Sambódromo e dos recursos para viabilizarmos os ensaios técnicos. Temos a condição de captar pouco mais de R$ 3 milhões via Lei Rouanet, mas se a gente captar e não entregar, há um prejuízo grande para empresas. Precisamos saber também sobre questão das obras. Eles (a Riotur) estão prevendo a entrega para o dia 10 de fevereiro, o que seria difícil para viabilizarmos os ensaios, inclusive o teste de luz e som, no dia 16 de fevereiro”, disse Jorge Castanheira ao fim da plenária.
Faltando menos de 40 dias para o início dos desfiles, a liga corre contra o tempo para tentar realizar os treinos no Sambódromo, mas esbarra na falta de verba e nas obras que a Riotur vem realizando na Avenida. Até o momento, nenhum dinheiro chegou aos cofres da Liesa, que dirá das escolas de samba. Em meio à escuridão, a luz no fim do túnel é o Governo do Estado.
“Não estão descartados (os ensaios técnicos). Estamos aguardando a chegada do governador (Wilson Witzel) para ver que tipo de retorno ele vai nos dar na possibilidade das empresas que podem participar com recursos para o nosso Carnaval, e se conseguimos captar a tempo para os ensaios técnicos”, afirmou o presidente da Liesa.
Ensaios começariam 26 de janeiro
À espera de um milagre financeiro, a Liesa já tem calendário pronto dos ensaios técnicos. Os treinos na pista começariam no próximo dia 26 de janeiro, domingo, possivelmente com Estácio de Sá e São Clemente.
Nos dois finais de semana seguintes, oito escolas ensaiariam: quatro em cada final de semana, sendo duas no sábado e duas no domingo.
No último final de semana, o anterior ao Carnaval, duas agremiações treinariam no sábado e a Mangueira faria o teste de luz e som da pista no domingo, dia 16 de fevereiro.

Fonte: www.srzd.com

Castanheira põe fim à polêmica com a Lierj: ‘Descem duas e sobe uma’

Por Redação SRzd
Nas últimas semanas, surgiu nos bastidores a informação de que o regulamento da Lierj estabeleceria que as duas agremiações melhores colocadas da Série A subiriam ao Grupo Especial. Uma vez espalhada a suposição, criou-se uma polêmica já que a Liesa, liga da elite, estabeleceu em seu regulamento que somente a campeã da Série A será recebida em seu grupo. Em entrevista ao SRzd nesta quarta-feira (15), o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, pôs fim ao burburinho e confirmou que somente uma escola do acesso irá ao especial.
“Isso foi uma informação que foi divulgada de forma errada. Nosso regulamento diz que descem duas escolas e sobe uma escola e isso já está há bastante tempo divulgado. O contrato que nós assinamos como interveniente da Lierj também consta que também descem duas e sobe uma. Isso foi o que a Riotur e a Lierj assinaram. Essa polêmica não é válida”, disse Castanheira.
Se confirmada a tese da Liesa – já que a cada plenária carnavalesca o jogo pode mudar -, o Grupo Especial de 2021 terá 12 escolas, número que vem sendo utilizado desde 2008, com exceção dos anos em que houve problema ou virada de mesa. O sonho de grande parte dos sambistas, da elite voltar a abrigar 14 agremiações, está longe de se realizar.
“As dificuldades estão em todos os grupos. O que a gente precisa é aprimorar e não inchar os grupos, se não vai ficar cada vez mais difícil”, justificou o presidente da Liesa.
A Série A, por sua vez, contaria com 15 agremiações no próximo ano. Ela receberia as duas últimas colocadas do Grupo Especial e as duas melhores posicionadas da Intendente Magalhães, enquanto as duas piores da Série A desceriam e a campeã subiria. Atualmente, o grupo conta com 14 escolas.

Fonte: www.srzd.com

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Riotur se posiciona: ‘Se a Princesa acredita que o Carnaval esteja acabando, por que quis fazer parte da Corte?’

Por Redação SRzd
A presidência da Riotur resolveu se posicionar em meio à polêmica entre as princesas e a rainha da Corte Real do Carnaval carioca de 2020. Em nota enviada nesta quarta-feira (15), o presidente Marcelo Alves questionou a declaração da 2ª Princesa Cinthia Martins, que criticou o resultado, prometeu ir embora do país e disse que o Carnaval do Rio estaria acabando. O dirigente da Riotur afirmou que a inscrição foi espontânea e indagou ‘por que a sambista decidiu participar’ do concurso.
“Vivemos em uma democracia e defendo a liberdade de expressão. Meu único questionamento quanto ao episódio é que percebo uma contradição. Se ela de fato acredita que o carnaval esteja acabando, por que manifestou interesse em fazer parte da Corte Real deste ano? A inscrição é espontânea. Não é um pedido nosso e ninguém é coagido. Caso o que tenha dito seja sua verdadeira opinião, o regulamento permite que ela renuncie, dando, inclusive, a oportunidade para alguém, que, como nós, acredita no Carnaval”, afirmou Marcelo Alves, presidente da Riotur.
Além de Cinthia, a 1ª Princesa, Deisiane de Jesus, se mostrou insatisfeita com a eleição de Camila Silva para Rainha do Carnaval 2020. Em entrevista após a decisão do concurso, no último domingo (12), em Copacabana, Deisiane ignorou Camila ao exaltar somente a 2ª Princesa e o Rei Momo.
Toda a polêmica em volta da Corte deste ano se dá pelo fato de Camila Silva ser paulista. O regulamento permite inscrição de pessoas naturais de outros estados, contato que residam no Rio, caso da Rainha eleita. Ex-rainha de bateria de Vai-Vai e Mocidade Independente, Camila Silva também já foi Rainha do Carnaval paulista, em 2009.

Fonte: www.srzd.com