Translate

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Crivella pede apoio do povo do Rio, ‘sofrido e valente’, para corte da verba do carnaval

Por Redação Carnavalesco

Durante a inauguração do posto de Saúde Animal, em Bangu, na manhã desta sexta-feira, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, pediu que a população da cidade entenda o corte da verba para o Carnaval 2018 e citou que o momento é difícil, mas necessário para garantir a saúde e educação.

– É uma decisão difícil, complicada. O Dória em São Paulo também terá que tomar. Vocês sabem que são pais de família. Mas se tiver que escolher entre uma festa e o tratamento de saúde da sua família, você também terá que tomar uma decisão difícil e adiar a festa. Não adianta fazer a festa e adiar a catarata da mãe, porque faltou os recursos que gastamos na festa – disse o prefeito durante o evento acompanhado pelo jornal O Globo.

Crivella emendou e pediu que a população apoie o corte para o carnaval.

– Nesse momento de dificuldade, eu peço ajuda ao meu povo do Rio de Janeiro, a minha gente sofrida e valente, que nos ajude e apoie nos momentos que temos que priorizar a educação e saúde.


Subvenção da Intendente Magalhães será repassada para iniciativa privada, diz jornal

Por Redação SRzd

Após a polêmica sobre a redução da subvenção para as escolas de samba do Grupo Especial e da Série A, o valor pago pela Prefeitura do Rio aos desfiles na Intendente Magalhães será repassado para patrocinadores privados, segundo informou a coluna “Gente Boa”, do jornal “O Globo”. O mesmo irá acontecer com os blocos de rua, no chamado “Projeto Carnaval”.

As alterações estarão no caderno de encargos do Carnaval de rua, que será lançado pela Riotur na próxima sexta (30).

Ainda segundo a coluna, uma das propostas é a instalação de um telão na praia de Copacabana, onde serão exibidos os desfiles dos blocos e das escolas de samba. “Tudo com espaço para os patrocinadores”, disse o presidente da Riotur, Marcelo Alves.


Fonte: www.srzd.com

Feijoada e Roda de Samba da Tia Surica

Porque amar é fundamental.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Cozido da Portela recebe Bebeto e Marquynhos Sensação no próximo sábado

Por GRES Portela



Ainda em clima de festa pela conquista do título do Carnaval 2017, a Portela promoverá mais um evento imperdível no próximo sábado (24), a partir das 13h. É o Cozinho da Portela, que será animado por shows completos de Bebeto, Marquynhos Sensação e do grupo Soul Mais Samba, que fará a abertura.

Conhecido por misturar samba, pagode e pop com outros ritmos, o Soul Mais Samba mostrará canções autorais e clássicos. "Som do Tambor", "Cabelo Duro" e "Oração" são alguns dos sucessos que não vão faltar.
 
Em seguida, quem sobe ao palco é Marquynhos Sensação. Dono de uma voz poderosa, ele vai relembrar hits como "Sentimento Nu", "Preciso Desse Mel", "Pra Gente Se Encontrar de Novo", "Coral de Anjos", "Meu Sorriso" e muitos outros. 

O encerramento da festa será com Bebeto, o Rei dos Bailes.  Aos 40 de carreira, o cantor brindará o público com um passeio pelos grandes sucessos de sua trajetória. "Essa Menina", Minha Preta", "Praia e Sol", "Jéssica" e "Menina Carolina" são algumas das canções com lugar garantido no repertório.

Bom demais, não é? Comida boa, cerveja gelada e música da melhor qualidade! Então, convoque os amigos e garanta seu lugar no Cozido da Portela. O ingresso de pista custa R$ 20 (lote promocional). No dia do evento, o preço sobe para R$ 25. A quadra da Portela fica na Rua Clara Nunes 81, em Madureira. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 99815-1515, 96465-4561 ou 99825-0441.

Serviço:
Cozido da Portela
Data: Sábado, dia 24 de junho
Horário: A partir das 13h
Local: Quadra da Portela
Endereço: Rua Clara Nunes 81, Madureira
Classificação etária: 18 anos
Informações: 99815-1515, 96465-4561 ou 99825-0441

Ingressos: 
Pista no lote promocional (limitado): R$ 20
Pista no dia do evento: R$ 25
Mesas com quatro cadeiras: R$ 140
Camarote inferior (15 lugares): R$ 500
Camarote superior (15 lugares): R$ 700

OBS: Sócio-torcedor do plano Majestade do Samba entra de graça

Vendas antecipadas
- Quadra da Portela (10h às 17h30) - Telefone: 3256-9411
- South Madureira Shopping
- South Centro - Rua do Ouvidor 167
- South Shopping Tijuca
- South Nova América
- South Botafogo - Rua Voluntários da Pátria 144
- South Norte Shopping
- South Barra Shopping
- South Plaza Shopping - Niterói (taxa de R$ 5)
- South Grande Rio - Caxias (taxa de R$ 5)
- South Bangu Shopping

Portela - Enredo Carnaval 2018

 
 
De Repente de Lá Pra Cá e Dirrepente de Cá Pra Lá...
Rosa Magalhães
 
Minha gente, se prepare
Que essa história vale a pena,
Tome assento, se acomode,
E vejam quem entra em cena
E quem sai, e onde se passa,
Onde termina, ou começa,
De onde vem ou se destina.

E por mais que cause espanto
os fatos que ora apresento
quem achar que isto é mentira
que vá ao Google e confira,
verifique e leia atento,
pois se ficou no passado
não foi menos registrado.

E assim já lhes adianto
que tem a ver com exílio,
mudança de domicílio,
com fuga e, logo e portanto,
com saudade do lar distante,
vida incerta de imigrante
mas esperança no horizonte.
Pra Pernambuco formosa
rica de açúcar e gente doce,
holandeses cobiçosos
chegaram como se fosse
sua própria casa ocupar,
abrindo porta e porteira
pra quem quisesse trabalhar.

De Portugal, perseguidos,
judeus lá foram aportar
fugindo da Inquisição,
que lhes proibia praticar,
no país sua religião.
Deixaram tudo pra trás
pra poder viver em paz.

Anos e anos depois,
Portugal reconquistou
a linda terra nordestina,
e sem dó logo expulsou
os judeus de triste sina,
que se dividiram em três
e de lá partiram de vez.

Uns seguiram pra Holanda,
sonhando com o amanhã;
outros foram pro Caribe,
mais perto, tentar a sorte;
outros pra Nova Amsterdã,
lá na América do Norte
– e quase encontraram a morte
 
Esses últimos, coitados,
pelo meio do caminho
foram cruelmente atacados
‘cê nem imagina por quem:
um navio de piratas
do Caribe cobrando prata
e ouro pra tudo acabar bem.

Muitos anos se passaram.
Os ingleses conquistaram
aquela terra, e o povoado
de judeus e brasileiros
ganhou nome venerando
famoso no mundo inteiro:
Noviórque, é isso mesmo
Que você ‘tava pensando.

E quando, muito mais tarde
a França deu de presente
a Estátua da Liberdade,
em seu pedestal foi gravado
um poema da descendente
de um daqueles imigrantes
vindos do Brasil no passado.

No poema, tão bonito,
é como se a Estátua falasse
com os exilados aflitos,
sofridos, refugiados,
e a sua chama os guiasse
com generosa bondade
para o belo portão dourado
da Paz e da Liberdade.
 
 
Teaser

 
 
Sinopse

 
 
fonte: GRES PORTELA
 


terça-feira, 20 de junho de 2017

Presidente da Liesa rebate Crivella e diz que repasse de 2 milhões para escolas não foi ‘euforia’

Por Guilherme Ayupp

O presidente da Liesa, Jorge Castanheira, reprovou em entrevista ao site CARNAVALESCO as declarações do prefeito do Rio, Marcello Crivella em que ele afirma que o repasse de R$ 2 milhões da Prefeitura para as escolas de samba teriam acontecido em um momento de euforia e que por isso agora precisaria realizar o corte em 50% da subvenção.

A entrevista de Crivella não repercutiu bem na Liesa e por esse motivo Jorge Castanheira decidiu cancelar a reunião marcada com o presidente da Riotur, Marcelo Alves, que estava marcada para o fim da tarde desta segunda. Castanheira afirma que o encontro perdeu o sentido após as declarações do prefeito.

– Não faria sentido nosso encontro e por isso liguei cancelando. O prefeito afirmou que foi em um momento de euforia o repasse no ano passado e que não pretende voltar atrás em sua decisão. Primeiro que não se trata de euforia e segundo que já foram dois carnavais com o valor aumentado, desde que o governo do estado não pode mais colaborar. Eu sigo aguardando um contato direto com o prefeito para que possamos mostrar a ele a importância desse dinheiro para as escolas e a manutenção do espetáculo na Marquês de Sapucaí. Enquanto ela não acontecer não faz sentido nenhuma tomada de decisão – disse Castanheira em entrevista ao CARNAVALESCO.

As escolas de samba e a Liesa divulgaram um manifesto em que ameaçam não desfilarem se o repasse da prefeitura realmente sofrer um corte de 50%. Por outro lado o prefeito reitera que não irá voltar atrás em sua decisão.