Translate

domingo, 23 de junho de 2019

Baluarte Jeronymo da Portela vai brilhar no Festival de Parintins

O baluarte portelense Jeronymo Patrocinio será uma das atrações do 54º Festival Folclórico de Parintins, no Amazonas. Ícone do carnaval carioca, o coreógrafo, ex-passista e ex-mestre-sala foi convidado pelo Conselho de Arte do Boi Caprichoso para fazer parte de uma cênica no espetáculo "Um Canto de Esperança para a Mátria Brasilis".
O anúncio foi feito na página oficial do Caprichoso, no Facebook. "Estou muito feliz com a oportunidade de participar do Festival e poder ajudar o Caprichoso a conquistar o tricampeonato. Será um momento único em minha carreira", comemora Jeronymo, que é torcedor do Boi Azul e estará em Parintins pela primeira vez.  
Considerado um dos maiores eventos de arte e folclore do mundo, o 54º Festival de Parintins será realizado entre os dias 28 e 30 de junho.

Foto: Divulgação

sábado, 22 de junho de 2019

Liesa afirma a CPI que prefeitura e Riotur têm 30 camarotes na Sapucaí

Por Berenice Seara
A CPI dos Camarotes teve, na quarta-feira (19), sua primeira acareação.
O coordenador de captação de recursos do município, Victor Travancas, confirmou, diante de Isaías Zavarise, assessor-chefe do gabinete do prefeito, que o viu, na sexta de carnaval, no camarote leiloado pela prefeitura.
O pregoeiro Alexandre Gonçalves garantiu que não incluiu o artigo que reduziu o preço do camarote a um quarto do lance inicial — e afirmou que já recebeu o edital com a mudança.
Diante do que já foi apurado, Tarcísio Motta (PSOL), membro da comissão, disse que é possível afirmar que houve conluio entre as quatro participantes do leilão.

Quantos?

Mas a revelação mais bombástica foi da presidente da CPI, Rosa Fernandes (MDB).
A moça disse ter recebido documentos oficiais da Liesa, dando conta de que são 30 os camarotes de uso da Prefeitura e da Riotur na Marquês de Sapucaí.
Para fazer graça com os eleitores, o prefeito Marcelo Crivella (PRB) manda leiloar... os cinco do setor 9. E os outros 25 (13 da prefeitura e 12 da Riotur)?

De quem é a caixa-preta?

Rosa Fernandes (MDB), presidente da CPI dos Camarotes, cobrou de Isaías Zavarise, assessor-chefe do gabinete do prefeito, a resposta ao ofício enviado à Prefeitura do Rio no dia 22 de maio (e o prazo para o retorno era de cinco dias úteis).
No documento, a comissão de inquérito pediu a lista detalhada de todos os camarotes, frisas e cadeiras de uso da prefeitura que não foram leiloados.
E respostas às perguntas: quem fica responsável por estes espaços, qual o custo deles para o município e — o grande segredo — qual o número de convidados do poder municipal para a festa, nos anos de 2017 a 2019.

Fonte: Jornal Extra

Agremiações fundam nova liga no Carnaval carioca

Por David Júnior
Sete agremiações da Série B e a Vizinha Faladeira, atualmente na Série C, fundaram uma nova liga no Carnaval carioca. O grupo não compareceu ao sorteio promovido pela LIESB e publicou uma nota nas redes sociais explicando os motivos. As agremiações também anunciaram a criação da Liga Independente Verdadeira Raízes das Escolas de Samba (LIVRES) e informaram que maiores detalhes seriam apresentados em breve.
Nota Oficial criação da LIVRES
Ser correto, agir com rigor, sem desvios e levar o bom carnaval ao povo, esse é o lema da L.I.V.R.E.S – Liga Independente Verdadeira Raízes das Escolas de Samba.
Formada pelas Agremiações da Série B: Acadêmicos do Engenho da Rainha, Alegria da Zona Sul, Arame de Ricardo, Siri de Ramos, Tradição, União do Parque Curicica, Unidos de Lucas e Vizinha Faladeira, a nova Liga se formou através de inúmeras insatisfações pelos últimos acontecimentos na série B, do carnaval carioca.
A L.I.V.R.E.S é a união de 8 Escolas de Samba que desfilam na Intendente Magalhães às terças feiras de carnaval, cujo seu objetivo primordial é: levar de volta ao público a verdadeira essência do carnaval popular no Rio de Janeiro.
A nossa finalidade é que todos os admiradores do maior espetáculo da terra, possam ter um carnaval alegre, contagiante, com muito samba no pé e sempre agindo com total transparência e integridade.
Prazer, somos a L.I.V.R.E.S !
Nota Oficial sobre a ausência no sorteio da LIESB
As diretorias das Escolas de Samba União do Parque Curicica, Tradição, Vizinha Faladeira, Engenho da Rainha, Alegria da Zona Sul, Unidos de Lucas, Arame de Ricardo e Siri de Ramos anunciam que não estiveram presentes no sorteio da ordem dos desfiles dos grupos B, C e D, em protesto contra a LIESB, para reafirmar suas lutas pela Bandeira do Samba, exigindo transparência no julgamento, com apresentação das justificativas e maior segurança. Destacando que não houve nenhuma plenária, as escolas não assinaram o resultado do carnaval 2019, nem houve prestação de contas, após os desfiles. Vale ressaltar que cada agremiação representa sua comunidade e o povo não pode ser prejudicado.

LIESB define ordens de desfiles das Séries B, C e D

Por David Júnior
A LIESB realizou na noite de quarta-feira, 19 de junho, o sorteio da ordem de desfiles das Séries B, C e D. A entidade definiu a sequência de apresentações no Carnaval 2020 mesmo sem a participação de algumas escolas, que não compareceram e anunciaram a criação de uma nova liga.
Série B
1 – Acadêmicos do Jardim Bangu
2 – Arame de Ricardo
3 – Tradição
4 – Parque Acari
5 – União de Maricá
6 – União do Parque Curicica
7 – Em Cima da Hora
8 – Siri de Ramos
9 – Acadêmicos do Engenho da Rainha
10 – Lins Imperial
11 – Unidos de Lucas
12 – Império da Uva
13 – Alegria da Zona Sul

Série C
1 – Independentes de Olaria
2 – Passa Régua
3 – Arranco do Engenho de Dentro
4 – Unidos de Villa Rica
5 – Sereno de Campo Grande
6 – Difícil É o Nome
7 – Unidos da Vila Santa Tereza
8 – Unidos do Jacarezinho
9 – Botafogo Samba Clube
10 – Unidos da Vila Kennedy
11 – Flor da Mina do Andaraí
12 – União de Jacarepaguá
13 – Vizinha Faladeira

Série D
1 – Imperadores Rubro-Negros
2 – Unidos de Cosmos
3 – Independente da Praça da Bandeira
4 – Leão de Nova Iguaçu
5 – Acadêmicos da Diversidade
6 – Rosa de Ouro
7 – Acadêmicos da Abolição
8 – Mocidade de Vicente de Carvalho
9 – Unidos de Manguinhos
10 – Império Ricardense
11 – Unidos do Cabuçu

Nilce Fran será uma das estrelas do 'Internacional Samba Congress', nos Estados Unidos

A coordenadora da ala de passistas e membro da comissão de Harmonia da Portela, Nilce Fran, será uma das estrelas do "Internacional Samba Congress", que vai agitar a cidade de Los Angeles, na Califórnia (EUA), entre os dias 21 e 23 de junho. O evento, que é considerado um dos maiores de samba e carnaval fora do Brasil, oferece aos participantes palestras, aulas e workshops sobre a história do samba, abordando dança, música e outras linguagens artísticas.
A equipe de professores é formada por mais de 30 expoentes do carnaval brasileiro, como o dançarino e coreógrafo Marcelo Chocolate, o mestre-sala Matheus Olivério, o mestre de bateria Ailton Nunes, a atriz Dill Costa, além dos membros do Jongo da Serrinha. O grupo de instrutores conta também com a talentosa passista portelense Thai Rodrigues.

"Fico muito feliz de poder participar de um evento que realiza um grande intercâmbio cultural entre o Brasil e pessoas do mundo inteiro. Vou representar a arte da dança do samba e a minha escola. Da Portela estamos indo eu e a nossa passista Thai Rodrigues... E a equipe toda é muito qualificada, o que facilita tudo. Se não fosse o samba, não sei o que seria de mim, por isso sou muito grata a tudo o que o samba e a minha arte me proporcionam", exalta Nilce Fran. 
A coordenação do encontro é da professora Aninha Malandro, filha do veterano músico mangueirense Carlinhos Pandeiro de Ouro. Mais informações estão disponíveis em www.internationalsambacongress.com

Foto: Leo Cordeiro
Legenda: Nilce Fran vai representar a Portela em evento internacional

terça-feira, 18 de junho de 2019

Departamento Cultural da Portela recebe diploma Heloneida Studart em solenidade na Alerj

O Departamento Cultural da Portela foi um dos 41 agraciados com o Diploma Heloneida Studart de Cultura 2019. A solenidade de entrega foi realizada na noite desta segunda-feira (17), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), no Centro, com a presença de 350 convidados.
Concedido pela Comissão de Cultura da Alerj, presidida pelo deputado Eliomar Coelho (PSol), o diploma reconhece artistas e entidades que contribuem para o fortalecimento da cultura e da arte no estado do Rio. Ao todo, foram 114 pessoas e instituições inscritas e avaliadas pelo grupo. 
"Ficamos muito felizes com o diploma, pois ele coroa e reconhece um trabalho que vem sendo desenvolvido desde 2013, com a primeira gestão Portela Verdade, e cujo modelo de administração cultural vem sendo aperfeiçoado com novas ações e novos projetos, sempre pautados por uma atuação democrática, que procura ouvir a comunidade e estabelecer parcerias. É muito importante termos esse reconhecimento, com um Diploma que leva o nome da grande deputada Heloneida Studart, que foi uma militante, uma mulher que trabalhou pelo empoderamento das classes menos favorecidas, das mulheres, dos negros e dos trabalhadores. É fundamental saber que uma Comissão de Cultura atuante, como essa da Alerj, vem reconhecendo e jogando luz sobre todos os territórios, coletivos, agentes, produtores e gestores do estado do Rio de Janeiro. Para nós é uma grande honra", comemorou o diretor cultural da Portela, Rogério Rodrigues.
O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, e a assessora comercial da escola, Fabiana Amorim, também prestigiaram a cerimônia, que homenageou, ainda, outro portelense: o compositor Wanderley Monteiro. 

O Departamento Cultural da Azul e Branco é reconhecido como um dos mais importantes do carnaval brasileiro. Ativo durante o ano inteiro, ele tem o papel de resgatar e valorizar a história da agremiação, promovendo exposições, debates, rodas de samba e diversas outras atividades. No último mês de abril, por exemplo, o Departamento realizou a primeira edição da FliPortela (Festa Literária da Portela), evento pioneiro no universo do carnaval. Outro projeto de destaque são os Consulados da Portela, representações fora do Rio e até do Brasil formadas para propagar o nome da escola.
Lista completa dos vencedores do Diploma Heloneida Studart de Cultura 2019
1. Alberto Sena
2. Antonio Seixas
3. Associação Cultural Companhia de Aruanda
4. Bacharelado em Produção Cultural do IFRJ/Nilópolis
5. Carlos Eduardo Fingolo Tostes
6. Celio Reginaldo Moreira Pimentel
7. Centro Cultural Phábrika Rio de Janeiro
8. Centro de Referências e de Estudos Afro do Sul Fluminense - CREASF
9. Centro de Teatro do Oprimido
10. Cia Atos e Atores
11. Clementino Junior
12. Clube do Livro Entrelinhas
13. Coletivo em Silêncio
14. Coletivo Flores
15. Cypher na Rua
16. Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna
17. Favela Orgânica
18. Funcionárias da B.I.C.A. - Maria Carmem Moraes Lomar, Maria da Graça de Paiva e Mello Santos, Maria das Graças Campos de Matos e Ana Maria Gonzales
19. Mangueira do Amanhã
20. Grupo de Choro e Samba Pixin Bodega
21. Grupo Musicultura
22. Instituto Cultural Grupo 100% Suburbano
23. Instituto Efeito Urbano
24. Instituto Onikoja
25. Instituto Portela Cultural (Departamento Cultural da Portela)
26. Katia Pinno
27. MacacuCine - Festival Internacional de Cinema Escolar
28. Marcia Teodoro Fernandes
29. Marcos Moura
30. Movimento de Resistência Cultural O Samba Brilha
31. Núcleo de Apoio à Produção Cultural da UFRJ - NAPROCULT/UFRJ
32. Oficina de Escrita para Mulheres
33. Orquestra de Metais e Percussão Maestro Ilson de Lima
34. Peneira
35. Quilombo do Camorim – ACUQCA Rio de Janeiro - Culturas Populares
36. Rede Baixada em Cena
37. Rosa Perdigão
38. Umbanda Brasileira
39. Wanderley Monteiro
40. William Corrêa de Melo (W-Black)
41. Zequinha Miguel

Foto: Tainá Lima / Cerimonial Alerj
Legenda: Presidente Luis Carlos Magalhães e o diretor cultural Rogério Rodrigues (à direita) posam com o deputado Eliomar Coelho durante a solenidade na Alerj

Mensageiros do Samba


Tem postagem nova na Portelamor Tube. Confira!
Inscreva-se no Canal e deixe seu like.




Governador do Rio vai se reunir com Crivella para tratar de subvenção das escolas: Expectativa boa

Por Redação Carnavalesco
Enquanto aguarda a definição do imbróglio da virada de mesa da Liesa, o carnaval recebeu mais um sopro de esperança na relação futura das escolas de samba com o Governo do Estado. Nesta segunda-feira o governador Wilson Witzel participou da cerimônia de posse da nova diretoria do CEO Fórum – Inovação e Legado, no hotel Hilton, em Copacabana. No evento, o chefe do executivo estadual disse aos presentes que vai se reunir com o prefeito Marcelo Crivella para discutir a situação do carnaval.
“Vejo essa questão com muito entusiasmo. Eu irei me reunir com o prefeito Crivella para acertarmos a questão não apenas das escolas de samba, mas também dos blocos. Minha expectativa é muito boa”, resumiu o governador.
Depois da crise com a prefeitura que se iniciou desde 2017, as escolas de samba e a Liesa vêm se aproximando do governador Wilson Witzel. Desde que tomou posse, em janeiro de 2019, ele tem se mostrado solícito às demandas do carnaval e dirigentes das agremiações veem como boas as possibilidades de que o Governo do Estado possa assumir a gerência do carnaval ao lado da Liesa.

Quintal da Portela

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Galeria da Velha Guarda da Portela promoverá festa junina neste sábado

A Galeria da Velha Guarda da Portela vai promover sua tradicional festa junina neste sábado (15), a partir das 15h, na sede da Portelinha. A parte musical do evento será comandada pelo Trio Bom D+, com o melhor do forró, baião e xaxado. A fantasia de caipira mais original vai ser premiada com um balde de cerveja.
O ingresso para a festa custa R$ 20. Mesas com quatro lugares serão alugadas por R$ 10. Vale lembrar que não é permitido entrar com bebidas. Quitutes feitos em casa, no entanto, estão liberados.
A sede histórica da Portelinha fica Estrada do Portela 446, em Oswaldo Cruz.

Foto: Diego Mendes / Divulgação

Lançamento do Projeto Portela Delas marca ampliação do trabalho social da agremiação

Além de roda de conversa para mulheres, Departamento de Cidadania vai oferecer, gratuitamente, atendimento com psicólogo e orientação jurídica 
A diretoria da Portela realizou, no último sábado (8), o lançamento do Portela Delas. Idealizado pelo Departamento de Cidadania, o projeto, que marca a ampliação do trabalho social da agremiação, promoveu uma grande roda de conversa sobre saúde da mulher, com as participações do ginecologista Arthur Monteiro Bastos, da advogada Amanda Magalhães e da atriz Emanuelle Araújo.
O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, deu as boas-vindas ao público e ressaltou a importância do projeto. "Fico muito feliz de ver a Portela promovendo uma roda de conversa voltada para as mulheres. Será uma grande oportunidade para que nossos componentes, frequentadores e pessoas de fora também possam debater saúde, comportamento, educação, violência e outros temas. Só assim poderemos começar a mudar a realidade das ruas", disse. 
Em seguida, o ginecologista Arthur Monteiro Bastos fez uma pequena palestra sobre o sistema reprodutor feminino, destacando temas como menstruação. Após a aula, a diretora de Cidadania Hellen Mary iniciou uma dinâmica em formato de roda, deixando as participantes, entre elas a primeira-dama Cinthia Pitz, livres para tirar dúvidas e dar depoimentos pessoais, muitos deles emocionantes. Outro ponto alto foi a explanação da advogada Amanda Magalhães sobre Lei Maria da Penha e feminicídio.
"Foi um começo muito promissor. Nossas participantes já se sentiram à vontade para contar suas histórias, o que foi surpreendente. Outra coisa muito bonita é que já temos muitas pessoas até de fora do Rio se oferecendo para contribuir de alguma forma no projeto, que está crescendo cada vez mais. Além da roda de conversa, iremos oferecer atendimento psicológico e orientação jurídica em nossa quadra, aos sábados", revelou Hellen, responsável pelo departamento que já oferece atendimento odontológico, aulas de dança, jiu-jítsu e pré-vestibular comunitário.
A atriz Emanuelle Araújo, que interpretou a cantora Clara Nunes no último desfile da Portela, também comemorou a iniciativa. "Fiquei muito emocionada com o convite para participar. Dá um orgulho danado ver uma escola de samba debatendo assuntos fundamentais como assédio, bullying, gravidez, violência e tantos outros. As mulheres precisam disso. Parabéns à Portela!"
Vale lembrar que os interessados no atendimento gratuito com o psicólogo José Candido Neto deverão agendar horário presencialmente com a equipe do Departamento de Cidadania da Portela, sempre aos sábados, de 9h ao meio-dia. O mesmo vale para a orientação com o advogado Nilson Xavier. Os atendimentos serão individuais.

A próxima roda do projeto Portela Delas será realizada no dia 20 de julho, às 10h. Mulheres e homens de todas as idades podem participar. 

Que seja eterno enquanto dure

Grupo Portelamor
Porque amar é fundamental

terça-feira, 11 de junho de 2019

Eliane Faria no Teatro João Caetano


Porque amar é fundamental.

Roda de Samba marca encerramento da turnê de Bianca Monteiro pelo Japão

Rainha de bateria da Portela promoveu 12 oficinas de samba e visitou importantes pontos turísticos do país asiático

Uma grande roda de samba marcou o fim da turnê da rainha de bateria da Portela, Bianca Monteiro, pelo Japão. Com a presença de 70 japoneses, o evento sacudiu o salão Honjo Chiiki Plaza Big Ship, no distrito de Taito, em Tóquio, no último domingo (9), com muitos sambas de quadra e de enredo da Portela.
O clima de descontração deu o tom da festa, já que cada um podia levar sua própria bebida, além dos seus quitutes favoritos. Os convidados também estavam liberados a levar instrumentos para participar da roda. Uma bandeira de três metros da Portela decorou o salão onde Bianca concedeu autógrafos e tirou fotos com o púbico, que era formado, em sua maioria, por alunas das oficinas de samba ministradas nos estados de Tóquio, Kanagawa e Chiba. 
Durante as atividades, Bianca comandou 12 workshops voltados para passistas e outros para rainhas de bateria locais. Além de mostrar os movimentos básicos da dança do samba, a rainha da Tabajara ensinou passos de desfiles e de shows. "Desde a primeira oficina, as participantes evoluíram bastante. Muitas já possuíam a base, mas a falta de treinamento fez com que elas esquecessem algumas regras básicas, como posicionamento das mãos e postura. O que eu fiz foi corrigir alguns pontos, tirar vícios e insistir para que elas não deixem de treinar. Outro ponto importante foi mostrar que por trás da dança do samba está a maior expressão da cultura popular brasileira e, ainda, que a prática dessa cultura foi e é uma forma de resistência", destacou Bianca.
A vice-presidente do Consulado da Portela no Japão, Kishuko Sudoh, elogiou o trabalho de Bianca e comemorou o sucesso da turnê. "Bianca trouxe sua experiência de passista, princesa do Carnaval e rainha de bateria da comunidade para nos esclarecer as particularidades que esta função possui. O que uma rainha deve fazer à frente da bateria? Qual a importância de uma rainha da comunidade? O que isso tem a ver com a história do samba e da Portela? Tudo isso nós vimos nas oficinas. além de muita técnica e evolução na dança", comentou Kishuko.
Durante sua estadia no arquipélago, a rainha da Portela provou pratos típicos de várias regiões do país e visitou templos budistas e santuários shintoístas. Ela também conheceu importantes pontos turísticos como Tokyo Skytree e o moderno Museu Edo-Tokyo, que conta a história da capital japonesa desde 1603, através de maquetes, objetos que reproduzem o período e telas planas tocáveis. "Diferente dos museus que apresentam quadros e peças antigas, o Edo-Tokyo nos leva numa viagem no tempo. Qualquer pessoa sai do local sabendo exatamente o que ocorreu nos últimos 400 em Tóquio", exaltou Bianca.
A viagem de 12 dias da rainha foi organizada pelo Consulado portelense no Japão em parceira com a bateria Tabajara do Samba e o Departamento Cultural da Portela. Ainda em 2019, o Consulado promoverá novas turnês e oficinas.

Foto: Kuniharu Kimura
Legenda: Confraternização marcou fim da viagem de Bianca Monteiro ao Japão

Liesa não paga multa e MP vai cobrar com juros

Por Redação Carnavalesco
A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) não pagou a multa de R$ 750 mil pelo rompimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que a Liga tinha com o Ministério Público e que proibia a virada de mesa. Na semana passada, os presidentes das escolas de samba decidiram manter a Imperatriz Leopoldinense e virar a mesa pelo terceiro carnaval consecutivo.
O Ministério Público informou que o advogado da Imperatriz Leopoldinense tentou em vão reverter a multa. O procurador explicou que a Liesa terá que pagar a multa com juros e pode ter seus bens confiscados.

segunda-feira, 10 de junho de 2019

Liesa pode ter bens penhorados se não pagar multa por virada de mesa nesta segunda

Por Redação SRzd


O prazo para a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) pagar a multa de R$ 750 mil pela virada de mesa termina às 11 horas desta segunda-feira (10). Caso o valor não seja quitado, a entidade poderá ter parte do seu patrimônio penhorado.
O promotor Rodrigo Terra, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, pedirá na Justiça a penhora de bens da Liesa se a liga não desembolsar o valor previsto no TAC (termo de ajustamento de conduta) que a entidade assinou com o Ministério Público do Rio de Janeiro em 14 de junho de 2018.
“O Ministério Público poderia ter entrado com uma ação ano passado para obter uma condenação da Liesa a não repetir essa prática, mas confiando na palavra do seu presidente entendeu que o Termo de Ajuste de Conduta seria o suficiente para impedir que essa prática se repetisse no ano corrente. Por isso, a surpresa e necessidade de se executar essa multa o quanto antes. Pelo visto, eles estão muito bem financeiramente porque é uma multa quase milionária de R$ 750 mil e para eles não significou nada”, disse o promotor Rodrigo Terra.

Imperatriz solicita reunião com MP

A Imperatriz Leopoldinense pediu uma reunião com o Ministério Público para esta segunda-feira (10), dia em que termina o prazo do pagamento da multa. A escola foi a beneficiada com a manobra regulamentar definida na última reunião plenária da Liesa. A verde e branco, que estava rebaixa para a Série A, foi mantida no Especial.


Fonte: www.srzd.com

domingo, 9 de junho de 2019

Liesa negocia direitos dos desfiles com investidores ligados ao futebol, diz colunista

Por Redação SRzd
Segundo o colunista Lauro Jardim, a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) pretende vender os diretos dos desfiles das escolas de samba do Carnaval do Rio por 15 anos.
A entidade estaria negociando um pré-contrato com pagamento mínimo de R$ 95 milhões por ano com um grupo de investidores ligado do mundo do futebol. As conversas entre as partes teriam se iniciado há três meses.
Caso o acordo seja efetuado, os compradores passariam a negociar os direitos de transmissão para televisão, a venda de camarotes e todo o resto que possa ser explorado comercialmente nos desfiles da Marquês de Sapucaí. O grupo também comprometeria a melhorar a infraestrutura do espetáculo.

Fonte: www.srzd.com

Portela lamenta morte do destaque de luxo Waldir Cunha

NOTA DE PESAR

A diretoria do Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela lamenta informar o falecimento do destaque Waldir Cunha, de 62 anos, 27 deles defendendo as cores da Majestade do Samba. Seu último desfile foi no campeonato de 2017, quando brilhou no carro abre-alas.
"Waldir foi um grande portelense, muito querido e amigo de todos os destaques da escola. Sempre se preocupou em levar fantasias impecáveis para a Avenida. Quando eu comecei a sair como destaque, em 1992, ele já saía há dois anos. Desde então nos tornamos grandes amigos. Ele vai fazer muita falta", lamentou o coordenador do corpo de destaques da Portela, Carlos Ribeiro.
O presidente Luis Carlos Magalhães e toda a sua diretoria se solidarizam com os familiares e amigos de Waldir Cunha neste momento de luto. 
O horário e o local do sepultamento ainda não foram definidos pela família.

Decisão do STJ deve inviabilizar Carnaval do Rio em 2020, diz site

Por Redação SRzd
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a condenação à Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) de ressarcir os cofres públicos em R$ 70 milhões.
Segundo publicação feita na noite desta sexta-feira (7) pelo site “O Antagonista”, os ministros entenderam, por unanimidade que a contratação do Município do Rio de Janeiro a Liesa em 1995, sem licitação, causou prejuízo aos cofres públicos.
O valor inicial a ser pago pela Liesa era de R$ 4,8 milhões, mas, corrigido pela inflação, chega aos R$ 70 milhões. De 1995 para cá, a Liga foi contratada para realizar todos os carnavais do Rio sem licitação.
De acordo com o processo, os ministros decidiram anular o contrato “tendo como uma das motivações o fato de [o governo local] ter outorgado à Liesa o direito de apropriar-se de grande parte do conteúdo econômico das festividades do Sambódromo, com uma distribuição de receita desproporcional.”
Se a jurisprudência for aplicada neste caso, o Carnaval do Rio do próximo ano ficará inviabilizado.
Na última quinta-feira (6), o Poder Público lançou uma campanha, veiculada em emissoras de televisão, ondecritica o investimento público no Carnaval e defende que a iniciativa privada assuma os custos de forma integral.
O vídeo traz um repórter andando pela passarela do samba e imagens de foliões com placas “Liesa”, “Rede Globo” e “R$ 70 milhões” nas cabines de julgadores, simulando a ação de dar a nota. A frase “Chegou a hora da verdade” é exibida na abertura do comercial.

Virada de Mesa gera crise no Carnaval do Rio

O Carnaval do Rio vive um momento de baixa credibilidade após a terceira virada de mesa consecutiva. Na última segunda-feira (3) uma manobra regulamentar salvou a Imperatriz Leopoldinense do rebaixamento. A decisão levou à renúncia do presidente da Liesa, Jorge Castanheira. Clique aqui para ver detalhes.
Vale lembrar que semanas atrás o prefeito Marcelo Crivella afirmou que a expectativa era dar nenhum centavo ao Carnaval 2020. Para ele, a folia carioca é um “bebê parrudo que precisa ser desmamado e andar com as próprias pernas”.
Fonte: www.srzd.com

sexta-feira, 7 de junho de 2019

STJ condena Liesa a pagar R$ 70 milhões e ameaça realização dos desfiles de 2020

Por Redação Carnavalesco
Na mira do Ministério Público por ter virado a mesa no Grupo Especial pelo terceiro ano consecutivo, a Liesa sofreu um novo e pesado revés jurídico de acordo com informação do site ‘O Antagonista’. O Supremo Tribunal de Justiça condenou a entidade a pagar ao cofres da Prefeitura do Rio de Janeiro, a quantia de R$ 70 milhões.
A decisão se deu de forma unânime pelos ministros do STJ devido à contratação da Liesa pela prefeitura no Carnaval 1995, sem licitação, causando prejuízo aos cofres públicos, segundo a decisão. O valor inicial a ser pago seria de R$ 4,8 milhões, mas corrigido pela inflação alcança agora os R$ 70 milhões.
“Tendo como uma das motivações o fato de (o governo local) ter outorgado à Liesa o direito de apropriar-se de grande parte do conteúdo econômico das festividades do Sambódromo, com uma distribuição de receita desproporcional”, diz a sentença do STJ.
Desde 1995, segundo o STJ, a Liesa é contratada a realizar os desfiles sem licitação. Na gestão do prefeito Eduardo Paes, entretanto, houve a convocação de licitação, mas ninguém se interessou em participar.

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Tia Surica é homenageada na Câmara dos Vereadores

A baluarte portelense Tia Surica recebeu uma homenagem na Câmara Municipal do Rio, nesta quinta-feira (6). A pastora da Velha Guarda Show foi agraciada com a moção de congratulação "Mulheres com Histórias de Luta", por iniciativa do vereador Professor Célio Lupparelli (DEM).
Inicialmente, a solenidade aconteceria em maio, no entanto, a sambista, que também integra do Conselho Deliberativo da escola, não pôde comparecer na data marcada. 
Outras mulheres de destaque no carnaval, no entanto, receberam a moção na ocasião, entre elas Nilce Fran, coordenadora da ala de passistas e membro da comissão de Harmonia da Portela; Marcella Alves, porta-bandeira do Salgueiro; e Tia Glorinha, presidente da ala das baianas da Vermelho de Branco da Tijuca.

Foto: Zezé Ferreira / Divulgação

Quadra da Portela terá vacinação contra gripe neste sábado

Ação vai imunizar crianças até 6 anos, idosos e outros grupos prioritários
A quadra da Portela abrirá suas portas neste sábado (8), de 9h ao meio-dia, para vacinação contra a gripe. O público-alvo da campanha inclui crianças de 6 meses a 6 anos (incompletos); idosos; gestantes e mães com até 45 dias após o parto; funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais; professores das escolas públicas e privadas; além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas. 
A ação é uma parceria entre o Departamento de Cidadania da Portela e o Centro Municipal de Saúde Carmela Dutra, em Rocha Miranda, sob a direção de Andrea da Silva.
Vale ressaltar que a escolha dos grupos prioritários para a vacinação segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) por serem grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. A vacina é a forma mais eficaz de evitar a gripe.
Quem for à quadra no sábado também poderá conferir, a partir das 10h, na sala de dança da agremiação, o lançamento do projeto Portela Delas, que vai promover rodas de conversa sobre a saúde da mulher. O bate-papo inaugural contará com as presenças do psicólogo José Cândido Neto, do ginecologista Arthur Monteiro Bastos e da advogada Amanda Magalhães. O evento é aberto ao público e têm classificação livre.
A Portela fica na Rua Clara Nunes 81, em Madureira.

Serviço:
Vacinação contra a gripe
Data: Sábado, dia 8 de junho
Horário: de 9h ao meio-dia
Local: Quadra da Portela
Endereço: Rua Clara Nunes 81, Madureira
Projeto Portela Delas e roda de conversa
Data: Sábado, dia 8 de junho
Horário: 10h
Local: Quadra da Portela (sala de dança)
Endereço: Rua Clara Nunes 81, Madureira
Classificação: livre
Entrada franca



Foto: Leo Cordeiro
Legenda: Quadra da Portela será palco de vacinação contra a gripe e roda de conversa